Arquivos Mensais: agosto 2011

Fotos do satélite da Nasa: Buraco negro engolindo estrela

Um buraco negro dentro de uma galáxia a 3,9 bilhões de anos-luz de distância da Terra foi “flagrado” por um telescópio da Nasa ao engolir uma estrela que se aproximou demais. Dois estudos sobre o fenômenro foram publicados na edição desta semana da revista “Nature”.

O “acidente” cósmico tem causado o envio de raios X à Terra desde março de 2011. A galáxia está localizada na direção da constelação do Dragão. Os gases da estrela acabam sendo “engolidos” e ficam girando na região do buraco negro. Um feixe de partículas é formado no local e um dos lados do feixe está virado em direção da Terra, permitindo que o satélite Swift detecte o fenômeno.

Segundo os astrônomos, os centros da maioria das galáxias possuem buracos negros gigantes – com milhões de vezes a massa do Sol. No caso da Via Láctea, o buraco negro tem uma massa igual a de 4 milhões de sóis. Os dados do Swift mostram que o buraco negro pesquisado é duas vezes maior do que o da nossa galáxia.

Menina do nariz vermelho – Cirurgia feita em Connie Lloyd tirou a manha no nariz


A pequena Connie Lloyd enfrentou três anos de provocações. Todas as vezes que a mãe a levava ao médico, era obrigada a cobrir o rosto da menina, para evitar comentários cruéis. Tudo isso por causa de uma mancha vermelha que o bebê tinha no nariz. Mas, neste ano, depois de uma cirurgia de três horas e meia, Connie finalmente proclamou que ela tinha “um nariz igual ao da mamãe”.

Quando Zara, mãe de Connie, estava com 26 semanas de gravidez, um exame revelou que o bebê tinha uma mancha no nariz. Mas quando a menina nasceu, em setembro de 2008, parecia perfeitamente saudável. Só duas semanas depois, o nariz começou a ficar vermelho e os médicos diagnosticaram que se tratava de um tumor benigno.

Os médicos tentaram frear o crescimento da mancha com medicações. Os pais foram informados que não havia cura para o problema da filha e, caso o nariz sofresse um arranhão sequer, ela poderia sangrar até a morte. Preocupada com a previsão médica, Zara procurou um especialisa em tratamento facial.

Depois de muitos exames, a menina foi operada em março e tudo o que restou foi uma pequena cicatriz no nariz. “É bom não ter de lidar com comentários cruéis mas, com nariz vermelho ou não, Connie sempre foi nossa garotinha perfeita”, disse Zara, aliviada, em entrevista ao jornal “Daily Mail”.

O cão mais fofo do mundo se chama BOO – Cachorrinho da raça Lulu da Pomerânia vai lançar livro

É impossível olhar para a carinha peluda de Boo e não esboçar um sorriso. O cachorrinho da raça Lulu da Pomerânia conquistou o título de “cão mais fofo do mundo” após bombar no Facebook com sua página pessoal – ela tem mais de 1,4 milhão de “likes”. A dona, J. H. Lee, posta fotos do bicho diariamente e, agora, também encontrou uma forma de lucrar com ele.

Em setembro será lançado o livro de fotos “Boo: The Life of the World’s Cutest Dog” (a vida do cão mais fofo do mundo), com os registros de seu dia-a-dia. Boo passeando, brincando, comendo… Serão muitas páginas de fofura. O livro é narrado pela perspectiva de Boo, escrito por J.H., e ainda não tem previsão de lançamento no Brasil. A editora Chronicle Books, responsável pela publicação da obra, lançou neste sábado (30) um vídeo que mostra o primeiro dia de trabalho de Boo – tudo de brincadeira, claro. Ele aparece assinando o contrato, pegando o elevador e até comemorando a nova empreitada com uma festinha. Pelo que o vídeo mostra, Boo está se adaptando bem à vida de escritor famoso e ganhando muito cafuné nas orelhas. Fonte MegaZine