Arquivos Mensais: novembro 2011

Foto de minúsculo animal aquático – Microscópio revela “rosto assustador” do briozoário – Incredible Inner Space

Uma imagem feita com microscópio revelou um ‘rosto assustador’ no esqueleto de um minúsculo animal aquático, um briozoário, que vive em colônias e participa da construção de recifes. A fotografia faz parte da exposição “Incredible Inner Space”, organizada pelo Centro de Pesquisa Microscópica e de Microanálise da Austrália. Foto: David Salt, Universidade Nacional da Austrália

Peixe frustado – Concurso britânico de fotografia


Foram divulgados os finalistas da edição de 2011 do concurso britânico de fotografia jovem “RSPCA Young Photographer Awards”. Acima, ‘Frustração’, de Ryan Yyapah.

O tigre e o bebê

Foto dos pinguins-rei – Imagem recebeu menção honrosa na categoria “aves” – GDT European Wildlife Photographer of the Year 2011


‘Pinguins-rei em tempestade de neve’ recebeu menção honrosa na categoria ‘Aves’.
Foto: GDT EWPY 2011, Ole Jørgen Liodden

GDT European Wildlife Photographer of the Year 2011 – Foto “Caranguejos apaixonados”


A foto intitulada ‘Caranguejos apaixonados‘ recebeu menção honrosa na categoria ‘Embaixo d’água‘. Foto: GDT EWPY 2011, Franco Banfi

Cuco roubando ovo de rouxinol – Fotografia vencedora do GTD European Wildlife Photographer of the Year 2011

A rara imagem de um cuco que havia acabado de roubar um ovo do ninho de um rouxinol foi a fotografia vencedora do GDT European Wildlife Photographer of the Year 2011.

Segundo os organizadores do concurso, a fotografia vencedora mostra um comportamento interessante com altíssimo nível estético.

Com décadas de experiência fotografando e filmando cucos, o autor da foto vencedora, Oldřich Mikulica, da República Tcheca, se diz fascinado pelas aves.

“Por 25 anos, durante a época de procriação, eu vou até os lagos perto de minha casa para observar os cucos e rouxinóis”, diz ele.

O cuco remove um ovo do ninho do rouxinol e coloca um de seus próprios ovos no lugar, já que ambos são quase idênticos.

Especialistas explicam que como o cuco tem pouco tempo de gestação nasce antes dos outros passarinhos e, para ganhar espaço, joga os ovos do rouxinol para fora do ninho.

Os rouxinóis continuam a alimentar o cuco sem perceber a diferença. Ao chegar à maturidade, o cuco abandona o ninho.

De acordo com Mikulica, é praticamente impossível que ele consiga registrar imagem semelhante novamente.

A fotografia do cuco derrotou quase 14 mil imagens feitas por concorrentes de 39 países.