Arquivos Mensais: junho 2012

Orquídea rara – Flor chamada de “cara de macaco” pode ser encontrada no Peru e no Equador

O que é, o que é: uma mistura de flor com primata? É a orquídea Dracula símia, popularmente conhecida como “cara de macaco”.

A planta, descoberta e nomeada pelo naturalista chileno Hugo Gunckel Luer, tem todas as feições do animal: olhos, nariz, boca e uma juba. Pouco conhecida, a raridade cresce em áreas de difícil acesso, a uma altitude de 1.000 e 2.000 metros, nas selvas equatoriana e peruana.

A curiosa flor também tem um pé nos filmes de terror. Seu gênero, Dracula, se deve a forma de suas sépalas, com esporões pontiagudos semelhantes aos dentes de vampiro. Veja as imagens.

Lago rosa – No Senegal o lago fica com a coloração rosa devido aos altos níveis de sal e as microalgas da água


O Lago Retba, no Senegal, está cor-de-rosa. A coloração é resultado de altos níveis de sal na água, e fica mais visíveis nas estações secas. Em algumas áreas, a concentração de sal chega a 40 %.

Senegaleses navegam diariamente nas águas do Retba, para coletar o mineral, que depois fica amontoado nas margens do lago. Assim como no Mar Morto, é bem fácil flutuar no Retba, por causa da alta concentração salina.

Segundo Michael Danson, microbiologista da Universidade de Bath, na Inglaterra, a cor é produzida por uma microalga, que se adapta e reproduz em meios com alta concentração de sal.

- Elas produzem um pigmento nesse tom que absorve e utiliza a luz solar para criar mais energia, deixando a água em tom rosa – explicou o especialista – Já chegamos a pensar que o Retba e o Mar Morto eram incompatíveis com formas de vida, mas eles são bastante vivos.