Arquivos Mensais: julho 2012

Foto do tubarão-branco atacando uma foca e perdendo um dente


Um tubarão-branco guloso abocanhou o jantar com tanta vontade, que acabou perdendo um dente na mordida. O flagra é resultado de uma espera paciente, do fotógrafo Dan Callister.

O britânico viaja com frequência para a Ilha das Focas, perto da Cidade do Cabo, na África do Sul. Lá, ele costuma fotografar animais marinhos, principalmente tubarões atacando as presas. E dessa vez teve sorte.

- Estou viajando para encontrar alguns velhos amigos em cima e embaixo da água – disse ele, antes de partir para a África. – Tomara que os tubarões estejam na melhor forma, para que eu consiga utilizar uma foto ou duas em um projeto em andamento.

Além do tubarão desdentado, Dan conseguiu outros registros espetaculares, publicados no site britânico “Mail Online”. Estima-se que na ilha vivem cerca de 60 mil focas. Os tubarões vão até lá atraídos pela fartura de “comida”.


Imagens de árvores curiosas e estranhas do planeta

As árvores oferecem comida e abrigo ao ser humano, mas não são seus frutos ou sombras que impressionam nesta seleção das 10 espécies mais curiosas do planeta – são suas formas, muitas vezes bizarras, que atraem a atenção de turistas ou de aficionados pela natureza. Da Ásia ao Brasil, escolha a espécie mais surpreendente na lista abaixo.


1. Árvore da Vida

Há 400 anos ela vive solitária no meio do deserto do Bahrein, graças às raízes profundas e extensas. Cerca de 50 mil turistas percorrem 2 km de areia fina para ver de perto a Sharajat-al-Hayat, como é chamada a árvore no idioma local – reza a lenda, inclusive, que ela fica no mesmo local do bíblico Jardim do Éden.

2. Árvores de Circo

O fazendeiro Axel Erlandson começou a brincar com a aparência das árvores até que montou uma fazenda na Califórnia, na década de 40, para expor suas Árvores de Circo – ele podava, vergava e inseminava as plantas em formas fantásticas. Para a Árvore Cesto, por exemplo, ele plantou 6 mudas em um círculo e depois as enxertou uma nas outras para formar os padrões geométricos que desenham o tronco acima.

3. Baobás

Com troncos que podem armazenar até 120.000 litros d’água, elas se tornaram símbolo do Senegal e a árvore nacional de Madagascar (que possui a maior variedade: seis espécies). Entre 25 m de altura e 7 m de diâmetro, os baobás crescem em zonas áridas e sofrem intervenções humanas, como este inusitado banheiro, construído dentro de seu casco.

4. Banyan

O templo Ta Prohm, no Camboja, foi cenário do filme Tomb Raider. A construção é marcada pelas raízes gigantes das árvores que crescem para cima, ao redor e através das suas paredes. Na Índia, aliás, as pessoas acreditam que a árvore realiza desejos e traz sorte.

5. Cajueiro de Pirangi

A praia de Pirangi, na cidade de Parnamirim, RN, virou ponto turístico por ter o maior cajueiro do mundo – ele cobre uma área de 750 m2. Isso acontece porque os pesados galhos pendem e se curvam para o solo, até que dão novas raízes e começam a brotar novos cajueiros a partir da mesma árvore.

6. Carvalho

A Chapelle Chêne (Capela de carvalho) é um carvalho que hospeda, no tronco oco, duas capelas construídas em 1669 – uma escada em espiral leva os peregrinos até os templos. A árvore, que fica em Allouville-Bellefosse, França, tem entre 800 e 1200 anos, 15 m de altura e 16 m de circunferência.

7. Cipreste

A Árvore de Santa María del Tule, no México, é um cipreste (Taxodium mucronatum) de mais de 2 mil anos. Esta é uma das maiores do mundo, com 42 m de altura, volume de cerca de 817 m3 e peso estimado de 636 kg. Por conta do seu tamanho, os nódulos que surgem nos troncos formam figuras que atraem visitantes.

8. Dragoeiro

A casca e folhas cortadas secretam uma resina avermelhada, batizada como sangue de dragão, que era usada na Europa para produzir remédios ou tingir madeira e tecidos. O dragoeiro (Dracaena draco) é natural da Península Ibérica, mas também pode ser encontrado em abundância nas ilhas Canárias (Espanha) e em alguns pontos do arquipélago de Madeira e Açores (Portugal).

9. Sabina

O vento forte causa a deformação nos troncos da maioria das Sabinas (Juniperus phoenicea) da Ilha de El Hierro, no arquipélago espanhol das Canárias.. A árvore foi descartada para a fabricação de móveis por conta de sua fragilidade, mas virou atração turística, especialmente durante a Semana Santa.

10. Sequoia

Reconhecidas pelo grande porte e longevidade, as sequoias podem passar dos 100 m de altura e viver por milênios. A espécie tem um tronco avermelhado e bastante robusto. Ela é tão forte que a árvore Chandelier, que fica em Legget, na Califórnia, teve sua base perfurada na década de 1930 para virar um túnel para carros.

Cabelo estilo black power no reino animal


Fotos da navegação no Brasil e ao redor do mundo


O leitor da BBC Brasil Enéas M. C. Neto enviou esta foto mostrando a movimentação dos barcos no final da tarde no rio Sena, Paris, França

João Carlos de Paiva Alves, enviou a imagem de um fim de tarde em Florianópolis, Santa Catarina, e escreveu que ‘as fotos dos brasileiros terão os tons mais quentes’.

A leitora Neusa Dreckmann flagrou este momento calmo na praia de Santo André, na Costa do Descobrimento, Bahia, e destacou a ‘simplicidade desta canoa’.

Tarde do rio Guaíba, em Porto Alegre, na qual Neide Pinto fez a imagem do ‘pescador, pescando num trecho do rio quase no centro da cidade’

Thiago Mazza capturou esta bela imagem durante uma viagem a Barcelona

Ana Aline Muniz Ramalho mostra as águas claras de Arraial do Cabo, Rio de Janeiro, com ‘pescadores voltando do trabalho’